No Final do Corredor

histórias, experiências e lições de vida

first

O Blog

Este é um blog muito especial. As histórias contadas aqui descrevem pessoas como eu ou você, mas que assistiram as suas vidas virando do avesso, e conseguiram viver mesmo assim. São pessoas que sobreviveram a perdas inimagináveis, que se adaptaram a situações extremas, que lutaram quando ninguém mais tinha forças. São histórias sobre gentileza, força, coragem, fé, medo, determinação. Elas falam da generosidade de que os seres humanos são capazes, e das percepções ímpares que um diagnóstico de câncer revela. Falam das nossas fraquezas, das nossas angústias, e de como a vida pode, às vezes, ser realmente cruel. Falam de amor incondicional.

A diferença está em quem fala. As histórias e lições de vida não são aqui narradas por quem efetivamente as viveu, e sim pelos profissionais da saúde que as assistiram de perto. Pessoas que tiveram a rara oportunidade de compartilhá-las, participar delas, absorver os ensinamentos impagáveis dessas pessoas especiais. É nos momentos frágeis e difíceis que as pessoas se revelam, expõem o que têm de melhor e de pior. É só nesses momentos que conseguimos enxergar a verdadeira natureza humana, com toda a sua complexidade e todo o seu encanto.

 

 

29 thoughts on “O Blog

  1. Blog de extremo bom gosto. Sensibilidade, ética, amor ao próximo.
    Parabéns por esse maravilhoso serviço.
    Deus abençoe vocês sempre !
    Felipe.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Amei o blog, estou me cadastrando para receber informações para que possamos compartilhar..existem muitas pessoas que estão com suas vidas viradas de cabeça pra baixo com diagnóstico de câncer…Tenho certeza que podemos ajudar .

    Curtido por 1 pessoa

  3. Ana Lucia, sou médica geriatra e atuo em cuidados paliativos em Brasília.
    Adorei seu blog, a iniciativa e suas histórias. Obrigada por compartilhar!
    Abç,

    Curtir

  4. Fine way of describing, and fastidious paragraph to get facts
    concerning my presentation focus, which i am going to deliver in institution of higher education.

    Curtir

  5. SOU TEREZINHA, MEDICA, CUIDADOS PALIATIVOS EM HOSPITAL DE SEQUELA DE TRAUMA. BOM ESTAR AQUI!

    Curtir

  6. Acho que a Terezinha é minha colega num curso de cuidados paliativos que ela faz para se aprimorar.. Este blogue é um achado!

    Que bonito.

    Curtir

  7. Ana, lindo e sensível seu blog!! apaixonada!

    Curtir

  8. Dra. Ana , parabéns pela iniciativa.
    Trabalho em uma empresa que desenvolve medicamentos para dor oncológica e tenho visto realidades assistências muito distintos.
    Creio que este canal possa sensibilizar agentes modificadores da assistência .
    Parabéns !!!

    Curtir

  9. Fui diagnosticada com câncer no final de 2006 e em 07/04/2013, curada, corri a maratona (42km) de Santiago, às vésperas de completar 51 anos. Entre essas duas datas coloquei-me sob os cuidados da Dra. Ana Lúcia e sua equipe. Dos anos difíceis, as lembrança mais fortes são do carinho e da atenção em cada sessão de quimioterapia, em cada consulta. Foi por esse tempo que descobri que anjo também pode ter nome feminino.
    ZULMARA CLEIDE DOS SANTOS

    Curtir

  10. Olá. Gostaria de adquirir seu livro: No Final do Corredor, terias como me enviar??

    Curtir

    • Oi, Silvana! O livro estará disponível nas grandes livrarias, inclusive para comprar pela internet! Eu não tenho exemplares para venda! Se não conseguir encontrá-lo, vc pode entrar em contato direto com a editora Manole (www.manole.com.br). Um abraço e boa leitura!!!

      Curtir

  11. Ana, acabei de ler seu livro. Durante a leitura senti um misto de emoções e sensações: tristeza, medo, conforto, coragem. Confesso que chorei em alguns momentos…talvez não saiba me expressar corretamente, mas, dentro de tantas situações de sofrimento que vc tão bem descreveu, duas coisas me chamaram mais a atenção: que a mãe é sempre a rocha forte e perene diante do sofrimento de seus filhos, e a sensibilidade com que você descreveu as histórias de seus pacientes, muito mais do que com um olhar e cuidado médico, mas com um sentimento de ser humano comum, que sofre, chora, se entristece junto dos que sofrem. Deus lhe conserve este dom de ajuda e entrega ao próximo com tanto amor e carinho. Profundo respeito e admiração por você.
    Grande beijo.

    Curtir

    • Gi, fico realmente muito feliz que vc tenha gostado do livro, e que as minhas palavras tenham tocado o seu coração. O grande mérito desses textos é dos próprios protagonistas, que me deram a honra de participar de momentos tão delicados. Eu realmente me sinto privilegiada por ter acesso às profundezas das pessoas, e respeito demais cada uma delas por isso. Um grande beijo!!

      Curtir

  12. Dra Ana Lúcia, acabei de ler seu livro, e no início achei que fosse chorar muito. Mas me deparei com histórias, apesar de tristes, encorajadoras, humanista de muita sensibilidade.e como disse a Gislaine Simões, foi um misto de emoções. Saber que existe a humanização neste tratamento, nos conforta e acredito que para os pacientes e familiares mais ainda. As faculdades de medicina, psicologia deveriam adotar este livro em seus cursos, como uma experiência de vida. Que Deus lhe conceda a resiliência e sabedoria sempre. Um grande abraço de sua leitora e agora admiradora Patrícia Helena

    Curtir

  13. Fiquei encantada com alguns textos e com a iniciativa do Blog …é sim nos momento frágeis que as pessoas se revelam e expõem o que tem de melhor e de pior…

    Curtir

  14. Prezada Ana Lucia. Há poucos dias chegou a mim, dentro de um grupo do whatsapp, um texto seu, daqueles que encontramos dificuldade em adjetivar, tamanha beleza e sensibilidade. Imediatamente atentei ao seu nome… Procurei na rede e encontrei este blog. Ao ler o texto de apresentação, uma palavra dele saltou naturalmente e me fez encontrar Coradazzi em meu passado. Generosidade. Foi com ela que o querido Mario nos ensinava os primeiros passos dentro da cirurgia oncológica. Vigor, determinação e muita generosidade. Vive em minha lembrança com muita admiração e carinho. Obrigado pelo seu lindo texto, obrigado por seu pai.

    Curtir

    • Mario, muito obrigada pelas palavras, em especial pelo carinho com meu pai. Ele sempre foi para mim um guia, uma direção. E me faz muita falta hoje. Um grande abraço!

      Curtir

  15. Resolvi ler um texto a partir de link compartilhado no facebook e quando percebi já estava no quinto, sexto textos desse blog adorável. Sou médica intensivista e após a euforia do primeiro ano da residência me deparei com o real sentido de “salvar vidas”, quando percebi que grande parte dos doentes sobreviveriam as custas de um sofrimento intermitente e infindável. E quanto a isso me questiono diariamente. Seus textos são de uma sensibilidade e sabedoria incríveis, são um deleite para a alma e o coração, sobretudo para quem lida com o processo de morrer. Parabéns pelo trabalho incrível, pelas leituras e reflexões que você faz e nos transmite. Muito obrigada!

    Curtir

  16. Parabéns pelo blog. Faço medicina e penso em trabalhar com cuidados paliativos. É inspirador ler as histórias do blog, as quais reiteram a beleza dessa área da Medicina. Obrigada por compartilhar sua experiência.

    Curtir

    • Que bom ver estudantes de medicina interessados nessa área, Vanessa! A visão dos paliativistas vem de encontro à melhora das relações entre médicos e pacientes, que hoje está tão desgastada e superficial. Um abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Required fields are marked *.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: